BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Somente mais um recado...



Eu pensei em fazer uma pesquisa com algum depoimento ou história de alguma criança violentada pra fechar esta série de posts sobre a pedofilia. Depois de uma pequena reflexão percebi que não daria conta. Eu sou um cara meio sensível e acho que as crianças são seres mágicos, me ensinam muitas coisas. Tenho 5 sobrinhos e a família se reuni sempre que possível. Infelizmente nem todo mundo liga pra estas coisas, que na minha opinião tem uma importância ímpar!
Portanto encerro por aki mesmo! Quero dizer que apesar de desagradável ou talvez constrangedor este assunto deve sim ser discutido, trazido para todas as classes sociais, precisamos argumentar, pesquisar, debater e exercer nossa cidadania. A internet pode ser uma grande aliada neste sentido. Tah, eu concordo que a polícia para crimes na internet não é tão especializada assim mas também há sites e ongs onde podemos denunciar! Existe o conselho tutelar em todos os municípios do país. Honestamente eu não achei a coisa mais simpática do mundo pesquisar este assunto meio pesado e apesar de adorar o lado pessimista da vida eu preferiria falar sobre todos os filmes que vi nas minhas longas férias. No entanto aprendi muito: aprendi que o homem é um animal muito complexo e pode ser mais agressivo que qualquer fera irracional, aprendi que o amor ainda existe no coração de uma minoria persistente e aprendi que nem tudo é o que parece! Gostaria de agradecer cada comentário e visita! Me sinto muito lisonjeado com este apoio. Saber que existem pessoas que pensam criticamente é essencial pra quem deseja se dedicar à vida intelectiva. Obrigado!

"Do mesmo modo que no início da primavera todas as folhas têm a mesma cor e quase a mesma forma, nós também, na nossa tenra infância, somos todos semelhantes e, portanto, perfeitamente harmonizados"
Arthur Schopenhauer




22 comentários:

Anônimo disse...

Primeiramente vc está de parabéns pela sua iniciativa em abordar determinados temas em seu blog, isso fica muito mais interessante para nós leitores saber no seu ponto de vista, determinados assuntos do mundo. E outra continue fazendo a sua parte e vc fará a diferença!
Bjus
Patty
BLog: jahtecontei.zip.net!

Pedro disse...

Parabéns pela dedicação ao tema! É muito ruim mesmo ler essas histórias de abuso. Mas precisamos fazê-lo e divulgá-las para que cada vez menos crianças passem por isso.

Magui disse...

O assunto deve ser levado a termo mas não concordo que deva ser discutido com toda a sociedade à farta.Eu acho que isso é assunto de polícia e a discussão só é válida para alertar a população dos perigos e saber detectar o infrator.Não é justo que pessoas sadias tenham a vida conturbada constantemente por assunto tão asqueroso como se fosse responsável pela existência destes criminosos.

frodo disse...

Wágner, o filme e bom. Mau é a violência que o inspirou. Mas o Padilha não tem culpa se os dias são maus.
Abraços!

Mariana disse...

Eu fiz um álbum no meu orkut que chama-se MINI-PRIMOS. Tenho 6 (4 meninos e 2 meninas) e Gabrielzinho está a caminho... adooooooooooro...

Dr. Fácil disse...

Tem toda razão Cara. É preciso todo cuidado do mundo esse assunto e ação. Tem razão de sobra aqui. É isso aí. Valeu!

frodo disse...

E, a propósito, gostei tanto daqui que resolvi linka-lo. Tudo bem?
Abraços.

jobofevi disse...

Houve um tempo em que menino de rua era assunto de policia, homsexualidade falta de vergonha, doença, e falta de Deus no coração. O que se pensa hoje pode-se não pensar no amanhã. Não existe fatalidades. Os pensamentos mudam na medida em que os assuntos são colocados na pauta de descursão com a sociedade. O que afeta seres humanos vítimas ou algozes, afeta a sociedade e tem que ser descutido por ela. Parabéns Wagner. Foi ótimo te conhecer meu blogamigo.

KAKA disse...

ei meu bem, sei exatamente como se sente, é um tanto incômodo abordar certos "assuntos" com a naturalidade de uma decisão aleatória, no entanto sou sua vizinha por isso mesmo, por vc ser menos um, por lutar em ser mais um que sabe o que pensa e o que não quer! te vglio bene bjim e aquele abraço com o carinho de sempre da KK

maura disse...

Bem..como assistente social, trabalhei com crianças que sofriam todo tipo de abuso e com o tempo aprendí a detectar se isso ocorria só de olhar...
Pedofilia...anormalidades..
Blá..blá..blá, política e problemáticas à parte acho sim que a população deve ter sua vidinha sadia e medíocre perturbada por esse assunto dos criminosos, loucos, enfim.. porque uma pessoa doente..nasce em uma familia doente...ou agora querem me provar que isso é obra do Coisa Ruim?haha
Produto do meio ou não..a mobilização é necessária!
Olha meu queridão ..as crianças são seres mágicos sim! e se recuperam.., viu? é só ter alguém que faça acontecer!
beijooooooooo

Kamilla Barcelos disse...

Essa coisa de pedofilia tb me assusta mto, é dificil de acreditar nessa realidade! Eu acho q todos devemos nos unir a favor dessa causa, nossas crianças não podem estar sujeitas a esse tipo de agressão!

jobofevi disse...

Adorei a opinião da Maura, ela entende do assunto porque vivencia. É uma descursão importante, é tabú porque ao contrario do que se pensa, está bem próximo de muitos de nós. às vezes dentro de nossas famílias. Como não se gosta de falar em corda na casa de enforcado o assunto se torna tabú.Parabéns. Nunca ví ninguem tocar nisso que não seja para pedir pena de morte na fogueira.

Zulkijora disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.

Eterna disse...

Obrigada pela visita, me desculpe não me lebro onde ouvi as musicas do Yoñlu, eu fui lendo tudo que vi sobre ele e tinha algo lá, agora estou aguardando o cd.



Eterna Poesias

JuJu disse...

Apesar de tudo, valeu por abordar esse tema. Por mais espinhosos que sejam, vale a pena discutir certas coisas.
Agora, já que você terminou essa parte, você já pode falar dos filmes que você viu nas férias! Que tal?
Passe lá no meu blog e deixe seu comentário!!!

Mateus disse...

O debate foi ímpar, sim! Mas, cara, muitas coisas pra mim ainda não estão claras, a culpa não é sua, é fato. Sinceramente, não sei até que ponto crianças são consideradas crianças; até que idade pra ser mais exato. Penso que a questão da inocência é romântica demais pro meu gosto. Somos inocentes, tudo bem, até não conhecermos nada do mundo, ou de certo modo não compreendermos o homem em sua individualiadade e totalidade. Dificil versar sobre sexo, pedofilia, sexualidade, gays, preconceitos, tabus. Ao acaso, andei lendo uns artigos que dizem serem em parte as crianças culpadas de oferecerem o corpo. Até ia mandá-los pra ti. Sei q aí entra questão de mídia, pais influenciando seus filhos por necessidade, aliciamento, essas neuras. Esse mundo é absurdo mesmo, complexo horrores. E no auge dos meus 21anos não entendo nada dele, tudo é meio vago, perdido. Não me envergonho das meras impressões que possuo. Tnho muito a aprender.
Abraço!
Inteh!

Esyath disse...

Wagner


realmente é uma verdade... a frase... na infância somos todos semelhantes, cheios de sonhos e inocências... mas depois de adultos, somos maculados pela perfídia humana... e se torna difícil crer que um Hitler um dia foi um bebê que necessitou de proteção e de amor para sobreviver... No fundo não sei o que torna o ser humano tão cruel e feio... a ponto de se esquecer de que um dia precisou de amor e proteção... passando a ferir um inocente, que um dia também vai se tornar um adulto... revoltado ou não... Não sei o que faz o ser humano esquecer sua natureza... dita... humana...
Beijos (Des)conexos!

lucy in the sky disse...

oi meu querido, estou de volta, em doses homeopáticas, é verdade, mas estou voltando.

gostei mto do teu novo espaço e farei dele um cantinho meu tb, vindo sempre por aki ler tuas idéias e expressoes.

qto ao filme número 23 q vc comentou no meu blog, não conheço. rs vc poderia me falar mais dele???

beijos, vou t linkar d novo...

boa semana!

Psykhé disse...

Oh shit! Viajei demais e acabei perdendo os posts sobre o tema...mas outra hora eu leio, assim que tiver mais tempo...amanha começam as aulas...buáááá.
Beijoca

Suicida disse...

Se você não está pronto, nem comece com isso, pois o que isso acarretará na sua cabeça mais tarde, nem você possa resolver e ainda vai atrapalhar sua vida.
Assuntos que impressionam são perigosos, para quem sofre e para que pesquisa sobre, tem que ter sangue frio e não levar isso para sua vida, o que não é tão simples assim.
Não sei se crianças são seres mágicos, hoje em dia tenho até medo de algumas crianças, pensamentos tão horríveis e frios que me assustam.

André Kaworu disse...

Oi jovem...bom primeiramente parábens por abordar ese assunto que eu sinceramente não acho "pesado" acho que ele meio que fica jogado no ar pois como vc disse crianças são seres mágicos para muita gente, por isso pensar que alguém pode fazer mal a uma criança, desse forma, é quase impossível, porém acontece e muito. muito bom o post e acho que um depoimento seria constrangedor para quem iria depor. abraços e boa semana

jobofevi disse...

Sabe MATHEUS, a falta de uma educação sexual no início da vida de um ser humano (não há idade definida para se começar a tocar em educação sexual)é a causa de muitas mazelas. Um dia ví uma reportagem sobre adolescentes ingleses querendo o direito de terem relações sexuais com adultos e a autorização para te-las em moteis, acham-se amadurecidos e prontos para amar quem o seu coração mandar. Não adianta fugir da descursão. Temos mais é que tocar em assuntos que a principio são tabús criado pela doutrina das religiões e pelas conviniencias do mercado.(religião é um mercantil)O que é ser criança? Quando começa a vida uterina? Óvulo já é um ser humano? Na ausencia de uma descursão acaba-se defindo com uma lei que as vezes é absurda por ter um fundamento apenas religioso. A parte científica é relegada. Bom dia Wagner.